+ Valores na Administração

Administrando no Século XXI

Tirar férias de você mesmo?

Posted by Sidnei em 07/02/2010

 

clip_image001Tirar férias é sempre a máxima de qualquer trabalho, seja de uma semana, um mês ou até mesmo um feriado para esfriar a cabeça do stress diário.

Mas como eu coloco no meu titulo, existe a possibilidade de tirar férias de você mesmo. Inclusive todos os dias! Mágica, truque ou mentira? Nada disso. É apenas uma técnica de relaxamento que pode e deve ser prática, passando a ser hábito da sua cultura “trabalhista”. É apenas exercício mental que o livrará de todas as preocupações e fará que você comungue com o seu intimo. Não é uma invenção minha essa técnica, na verdade é praticada há séculos com diferentes nomes.

Para começar a praticá-la, basta apenas você se concentrar e relaxar. Quando falo em concentrar, não é franzir a testa e pensar nas coisas que tem que fazer. É deixar solto, relaxar, inspire lentamente e expire, faça isso no mínimo umas dez vezes até sua respiração entrar em um nível mais natural. Não pense em nada. Em seguida procure lentamente descobrir aquele centro de paz que existe dentro de você e onde tudo é sossego e beleza. Um campo, uma praia, o alto de monte, tanto faz, tem que ser um local onde não entre e nunca entrou nada desequilibrado, seria algo imaculado! Nos primeiros dias é natural que sinta determinada dificuldade para encontrar esse ponto de equilíbrio. Como eu falei necessita ser praticada para virar um hábito. Com o passar do tempo você fechará os olhos e a encontrará.

Cada vez que respirar, procure ir relaxando os músculos. Depois se coloque no lugar idealizado, perfeito. Ouça os sons do lugar. Veja as cores. Sinta o vento soprar e tocar na sua pele. Caminhe. Sinta o lugar pulsar dentro de você. Faça esse exercício que dura no mínimo uns cinco minutos. É tempo bastante para o seu pensamento, e as idéias relaxarem. Com a freqüência você conseguirá alhear-se por completo do ambiente que o rodeia. Quando “voltar” e abrir os olhos você será outra pessoa, agora repousada de corpo e espírito.

Essa prática tem me ajudado muito no dia-a-dia, na calma e na solução de questões importantes. Mas lembre-se é uma prática que tem que ter uma hora e um lugar, porque se não será interrompido e convidado a voltar para sua mesa a toda hora. Aí o lugar não será mais perfeito, pois você deixou alguém entrar. É um lugar só seu, e não existe outro igual!

Cada um tem que encontrar a paz no seu íntimo. E a Paz, para ser verdadeira, não pode ser tumultuada pelas circunstancias externas”. M Gandhi

clip_image001[7]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: